Já dizia Vinicius de Moraes…

Já dizia Vinicius

(Algures em 2017)

Sobre o amor, já dizia Vinicius de Moraes:

“Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.”

Tal premissa sempre me causou certa inquietação, porque sendo um poeta e um amante do próprio “Amor” a afirmá-lo, devia ter um certo fundo de verdade. Era como uma nuvem negra premonitória do futuro de todos os amores. Mas… para o cacete o Vinicius! Quando … Ler mais

Tarde de Julho

Tarde-de-julho

Tarde de Julho. A mesa foi posta na rua. A conversa flui naturalmente. Há sempre histórias para contar e ouvir. Há um resto de gelado a derreter na taça. Há uma cadela felpuda a dormir debaixo do banco e um gato vigilante, no telhado. Há festões coloridos a dançar ao vento, sobre a minha cabeça, que se manterão por ali até ao fim do Verão. Há raspar de talheres nos … Ler mais