Cá em casa molham o pão no molho

nos-molhamos-o-pao-no-molho

Coisas que eu leio em blogs de maternidade e me intrigam profundamente: Bater à mãe é normal e não tem qualquer problema. Grave é consumirem margarinas vegetais lá em casa. Ou gordura animal. Ou qualquer tipo de manteiguita no pão. Ou até comerem pão!
De resto, segundo percebi, não faz mal as crianças arriarem sistematicamente nas mães. A progenitora de Dom Afonso Henriques que o diga.
Cá em casa ninguém bate na mãe e ainda molham o pão no molho, dentro da frigideira, quando calha. Agora desmaiem com esta revelação chocante e com o nosso pequeno-almoço de férias: torradas com MANTEIGA de VACA polvilhadas com bom-senso. OVOS mexidos temperados com uma pitada de discernimento e moderação. LEITE misturado com instinto maternal e valores básicos de convívio social. MELÃO às fatias acompanhado de sensatez, excepções à regra e algumas dicas educacionais da avó e da bisavó. Tudo servido sobre uma toalha de ecletismo e tolerância. Quando a coisa se descontrola, a mãe grita de forma politicamente incorrecta e altamente reprovável: “Párem com isso e comam!”. Eles levam uma garfada à boca, dão um gole no leite, e riem-se baixinho um para o outro, num gozo delicioso e cúmplice de irmãos. Nunca ninguém ficou traumatizado.
Logo à noite borramos a pintura toda e fazemos batatas fritas. Com maionese!
Como eu adoro que este não seja um blog sobre maternidade.

Partilha!Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someoneBuffer this page

Leave a Comment.