Cruella De Vil

intervalo de castigo

Ela:
– Sabes mãe, os meus amigos hoje portaram-se mal. E por isso não fomos para a rua brincar.
– A sério? Que chatice! E tu ficaste chateada?
– Não. Eu adorei!
– … Adoraste?!
– Sim. Eu hoje queria mesmo ficar na sala a brincar e não me apetecia nada ir para a rua. Por isso pensei, “Muito bem, meus amiguinhos…” – e aqui ela começou a simular uma conversa com os seus botões e esboçou um ar maquiavélico, digno de uma bruxa má da Disney, que me deixou atónita – “Isso mesmo! Portem-se muito mal para ficarmos todos aqui dentro, de castigo, e eu ir brincar para a casinha das bonecas que eu tanto adoro e nunca tenho tempo de brincar. Isso, isso! Palmas para vocês!” – e bateu-as ela, num registo Cruella De Vil com quatro anos. – E pronto. Foi assim. – disse com um encolher de ombros ao mesmo tempo que olhava para mim com um sorriso doce de quem já terminou o monólogo e desencarnou da personagem.

Partilha!Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someoneBuffer this page

Leave a Comment.