Crescer não é o problema…

Carnaval Maria e Salvador

Quais as doses diárias de magia recomendadas? Quantas vezes podemos ir ao mundo do Faz-de-Conta e regressar ilesos, à realidade? Qual a fórmula para nunca deixarmos de sonhar e ver o mundo a cor-de-rosa, verde sapo e bolinhas vermelho joaninha? E desde quando fazer banquetes de tartes de lama e cupcakes de plasticina deixou de ter piada? Quando foi que deixaste de ter medo de monstros e de achar que as fadas não existem? Não sabes que são elas que pintam de dourado, as folhas no Outono? E já te esqueceste que são as mesmas que pincelam os campos, na Primavera? Talvez já nem te lembres do dragão que vive acima das nuvens e rosna e espirra faíscas de todas as vezes que está constipado. Trovoada, é o que lhe chamas agora, no teu pedestal de adulto pragmático que já só vê tudo a preto e branco. Agora, que deixaste de consumir a tua dose diária de magia e te esqueceste como se voa até à terra dos sonhos…
Por aqui, viajamos até lá todos os dias! Seja Carnaval ou não. E sei que tenho de lhes agradecer por isso. Por não me deixarem esquecer como se vai para lá, mesmo nos dias que estou mais perdida.
Porque como ele me diz sabiamente, imitando o que ouviu nos desenhos animados:
“Sabes mãe, crescer não é o problema. Esquecer é!”
Não podia estar mais de acordo, meu pequeno sabichão.

Partilha!Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someoneBuffer this page

Leave a Comment.