Sabes gato…

sabes-gato

Sabes gato…

um dia vais crescer e engordar e deixar de ser só orelhas e olhos. Vais deixar de subir para cima da mesa do pequeno-almoço e tentar beber-me o café e roubar-me as torradas, o queijo, o fiambre, os ovos mexidos e tudo o que nós comemos, basicamente. Não irás mais provar sopa directamente da panela nem aparecer com os bigodes sujos de molho de tomate. Vais dormir ao … Ler mais

Poderes telepáticos

poderes-telepáticos

No caminho de casa…
Ela: “Oh mãe, sabes que eu hoje consegui flutuar muito na praia? Aquela água é muito boa para flutuar!”
Eu: “É porque é água salgada. No mar é mais fácil flutuar do que na piscina. E quanto mais salgada for a água, mais flutuas.”
Ouve-se então uma efusiva exclamação dele, no banco detrás: ”Já sei! Tive uma ideia!”
Eu, imediatamente: “Não!”
Ele: “Não o quê?”
Eu: … Ler mais

“As a friend, as a friend”

as-a-friend-Nirvana

Saímos da praia ao fim do dia. O meu filho carrega a sua mochila dos brinquedos às costas, numa das mãos um baldinho com lixo para despejar no caixote, e com a outra ajuda a irmã a subir para a passadeira, demasiado inclinada para o cansaço que traz com ela. No meio disto tudo, noto o ar introspectivo dele, como quem vem a matutar profundamente sobre a vida enquanto cantarola … Ler mais

RTP Memória

RTP-Memória

Hoje, bem cedo e ainda ensonada, liguei a televisão para a minha filha ver os desenhos animados enquanto eu ganhava força para me levantar. Não me lembro o que tinha estado a ver na noite anterior, mas achei que tinha adormecido com a cara em cima do comando porque ao ligá-la apareceu a RTP Memória, onde, para meu espanto, estava dar algo que me deixou com um sorriso de orelha … Ler mais

Rent-a-car

rent-a-car

Hoje, sozinho, o meu filho lembrou-se de recolher todos os carrinhos e triciclos existentes espalhados pelo recreio do infantário.
Tão querido, não é? Tão voluntarioso e responsável, a ajudar a arrumar e a organizar o pátio…
Pois. Só que não.
Juntou-os todos, e depois cada vez que um menino queria andar, ele chegava-se à frente e cobrava-lhes dois euros pelo aluguer. Depois mostrou-se muito espantado por não terem compreendido a … Ler mais

Sapateado demolidor

sapateado

Sai disparado a patinar e só ouço as unhas a bater no chão. “Tec tec tec tec”. Dá cinco voltas sobre si próprio e tenta agarrar a cauda com ganas de quem lhe anda a prometer um enxerto há muito tempo (toda a gente sabe que os cães sofrem imenso bulliyng das próprias caudas). Pára com as patas flectidas e olha para mim de lado com ar alucinado, à espera … Ler mais

Carroça

carroça

Ela disse-me que queria inventar uma história, como eu costumava inventar as minhas. Disse-me que queria fazer os desenhos, e depois dizia-me o que se estava a passar, para eu escrever. No fim, faríamos o livro (não sei onde ela foi buscar estas ideias…).
Seria, então, uma história sobre uma princesa chamada Catarina, que queria ir ao baile, mas não tinha como. Então apareceu a fada madrinha, que como sempre, … Ler mais

Portugal-Polónia e um ataque de nervos

portugal polónia

Tenho uma coisa grave para confessar.
Ontem, renunciei às emoções do prolongamento do Portugal-Polónia, e as consequências foram uma tortura agonizante.
Foi isto que aconteceu…
A nossa terra está em festa, e como não podia deixar de ser, os miúdos querem ir para a festa. Todos os dias, a todas as horas, e até o sol nascer se possível. Aproveito que estou sozinha com eles, e vamos para casa dos … Ler mais