A “malta dos cães”

O jardim Dom Baltazar

É curioso como a nossa sociedade arranja uma série de termos técnicos para classificar os mais diversos tipos de descriminação (racismo, xenofobia, homofobia, misoginia, machismo, misandria) e condena-os a todos, mas depois referem-se depreciativamente a determinados grupos de pessoas como por exemplo “ah e tal, essa malta dos cães (que horror!)”, como se fossem de um universo à parte. Como se chamará à descriminação feita à “malta dos cães”? Canídeofobia? … Ler mais

Saltos, para que vos quero?

Saltos para que vos quero2

Fim do dia. O programa é de adultos e os miúdos estão entregues aos avós.
Depois de escolhido o vestido, a grande dúvida é: as minhas sandálias pretas rasas, extremamente confortáveis que nunca me deixam ficar mal, ou as sandálias de salto agulha extremamente sexys, às quais não estou minimamente habituada e das quais tenho muito medo? Até porque elas habitam o canto mais recôndito do meu roupeiro e … Ler mais

O Melhor Trabalho do Mundo

Mãe a tempo inteiro 5

Naquela altura estava a viver um sonho que nem todas as mulheres têm oportunidade de concretizar. E todos os dias me sentia grata por isso. Pelo melhor e mais gratificante trabalho do mundo. E sentia-me muito competente a executá-lo. Era insubstituível (achava eu). Tão insubstituível que estava disponível vinte e quatro horas por dia. Não queria perder nada, pois cada pequena vitória deles, era minha também. As primeiras gargalhadas, as … Ler mais

Um ano e uma semana

11180585_10152938819712987_2081953990_o

Era mãe há 4 meses e todos os dias sentia que vivia algo novo nessa grande aventura que é a maternidade. Gozava cada muda de fralda, cada hora do banho, cada risada, careta ou som novo que ele fazia. E curiosamente, apesar de ter um bebé à minha responsabilidade 24h por dia, sentia-me livre como não me sentira nos últimos meses. Recuperara a minha agilidade, voltara a conseguir tocar nos … Ler mais